Os fotógrafos Mick Farrell e Cliff Haynes estão criando juntos uma experiência fotográfica muito interessante em tempos de fotografia digital. Eles criaram uma máquina analógica que produz imagens pontilhadas e a tecnologia usada por eles é mais simples do que você imagina: A câmera é formada por 32 mil canudinhos.

Previamente inspirada na câmera pinhole, a invenção agora está mais distante de suas raízes. Em vez de produzir a imagem a partir de uma perspectiva de um ponto único, a câmera de canudinhos produz uma perspectiva multipontos a partir de uma matriz. Cada canudo forma um tubo que recolhe luz e a registra no material fotossensível colocado na outra extremidade da câmera.

Haynes explica que os canudos têm uma abertura crua, onde um canudo de 254mm de comprimento e 22mm de largura dá uma abertura de cerca de f127, valor que eles usaram como ponto de partida para a exposição.